Era Dourada Ashram

Click here to edit subtitle

Seja Bem-vindo! Seja Bem-vinda!

Quem vier, de onde vier, venha em paz!

Um lugar onde se busca despertar a consciência do ser humano enquanto elemento do universo, através da cultura do amor, da reflexão de valores e celebrando o contato com seu interior e com o sagrado.

ESPIRITUALIDADE, PERMACULTURA E EDUCAÇÃO

Curta nossa página no facebook:
https://www.facebook.com/profile.php?id=100009196674048

ACIMA, DEPOIMENTOS DE PARTICIPANTES DO ÚLTIMO RETIRO NO ERA DOURADA ASHRAM

RETIRO DE PÁSCOA/2016 - Yoga, meditação e estudo do Samsara

"Quando acabamos de fazer tudo o que viemos fazer aqui na Terra, podemos sair de nosso corpo, que aprisiona nossa alma como um casulo aprisiona a futura borboleta. E, na hora certa, podemos deixá-lo para trás, e não sentirmos mais dor, nem medo nem preocupações - estamos livres como uma lindo borboleta voltando para casa, para Deus..." (trecho de uma carta de uma criança com câncer, extraído do livro "A Roda da Vida: memórias do Viver e do Morrer", de Elisabeth Kübler-Ross, Editora Sextante, 1998)

O termo Samsāra significa "movimento contínuo" ou "fluxo contínuo" em sânscrito e páli. No budismo está relacionado ao conceito de nascimento, velhice, decrepitude e morte, do qual todos os seres do universo participam e do qual só é possível se libertar através da iluminação. A roda do Samsāra, engloba seis caminhos diferentes, definidos a partir do carma. Porém, por mais que se alcance uma existência abençoada, o sofrimento ainda é inevitável: mesmo os seres mais bem nascidos ainda estão sujeitos aos males do mundo, e ao renascimento. Apenas a iluminação quebra o ciclo.

Retiro de Carnaval - 2016

A meditação é Yoga? Meditar consiste em uma atividade presente em todas as escolas e todas as práticas deste sistema filosófico-prático. Pode ser feita não apenas em posição de lótus com o olhos fechados em silêncio, quanto recitando mantras, durante a realização de asanas, o caminhar da praia, almoçando... O Yoga afirma que o praticante deve sempre estar atento aos seus pensamentos. Fisiologicamente, a meditação "é caracterizada por um estado alterado de consciência, no qual o organismo se encontra em estado hipometabólico, dominado na maioria das vezes pelo sistema  nervoso autônomo parassimpático, estando ainda o indivíduo em virgília" (trecho extraído do livro Neurofisiologia da Meditação, Danucalov & Simões, Editora Phorte, 2009). De acordo com o sutra I-2 de Patañjali, "Yogas citta-vrtti nirodhah", ou seja, Yoga é a inibição das modificações da mente.

VÍDEO DO RETIRO DE MEDITAÇÃO SHAKTIPAT

Palavras de Felipe Bonfim, participante do evento:


"O vento suave movimentava as árvores e acariciava o meu coração em silêncio.

A voracidade das horas não surtia efeito algum nestes dias fruídos em sua plenitude.

Do nascer ao pôr-do-sol, aos poucos, o dia se preenchia de tudo que nele é mais sagrado. Sorrisos, abraços e conversas profundas iam carregando-o sem deixá-lo pesar e, no fim da noite, era como soltar um belo balão rumo ao horizonte, sem o apego de tê-lo entre as mãos, no ato sincero de apenas deixá-lo partir.

Tão profundas eram as noites; nelas os tons amarelados das lâmpadas incandescentes fantasiavam desenhos na vegetação que envolvia todo o espaço. Paisagem que, durante o dia, tomada pelos feixes de luz, me fez seguir trilhas sem querer chegar a lugar algum. Caminhei simplesmente na graça do caminhar; queria estar onde estava.

A imaginação percorria serena a cada passo e nessa abstração desapareciam cachoeiras, paisagens estonteantes, ou qualquer anseio de algo a encontrar. Já havia encontrado o que queria, ou pelo menos aprendi o caminho para chegar até lá. Naquele breve passeio encontrava a mim mesmo.

Em um banco de madeira olhava a lua, ofuscada com seus contornos leitosos das noites frias e enevoadas. 
Já não havia mais temor e, mesmo diante do turvo espetáculo dessa noite de junho, com os olhos fechados vi em átimos com a nitidez de um diamante. 
Cento e oito lágrimas que não escorriam em rosto algum. Suas voltas amorteciam o corpo enquanto revigoravam a alma.

Ao deixar esse momento de introspecção, encontrei um mar de sandálias esparramadas pelos ladrilhos da casa. Caminhei descalço pelo chão de madeira ao passo que as palmas reverberavam por toda a sala. Subi as escadas com certo ímpeto e me deparei com o sótão todo iluminado.

Ritmados pelo harmônio, todos me revestiram com sorrisos e tive a sensação de conhecer as canções desde sempre. 
Em cada palma sentia a leveza daquele lugar; para cada lado que eu me voltasse via pessoas com os mesmos nobres propósitos, sorvidos pelo simples ato de estar juntos, conviver e compartilhar.

Senti que os momentos vividos podem ser genuínos presentes quando desembrulhados pela profunda presença. Abria-se uma caixinha repleta com a joia do viver; um tesouro escondido em um quarto antes trancado.

Aos poucos, a etérea essência do ser pode brotar dessa horta florida de nossos corações e, quem sabe um dia, nós possamos ver tudo com os olhos da alma."

Hari om tat sat.

Você conhece o sistema Shaktipat?

Para conhecer mais sobre o Swami Nardanad e o sistema Shaktipat acesse os links abaixo:


http://luzecuraswami.blogspot.com.br/


http://www.siddhamahayoga.eu/pt/meditation.htm



PRÓXIMOS EVENTOS

Mais informações e inscrições pelo e-mail: eradourada.ashram@gmail.com 

Imagens do local

As acomodações são em chalés com telhado verde e aquecedor solar para banho. Cada chalé possui um banheiro e pode hospedar até quatro pessoas. A alimentação é lactovegetariana. Para mais informações ou esclarecimento de dúvidas, mande-nos um e-mail para: 
eradourada.ashram@gmail.com